Foto: Arquivo/O Estado

Cursos normais superiores serão substituídos por Pedagogia.

O Ministério da Educação (MEC) acabou com os cursos normais superiores do País. A partir de agora, quem quiser se tornar professor de turmas da educação infantil (pré-escola) e da 1.ª à 4.ª série precisará estudar Pedagogia. O curso de Pedagogia da forma como existe hoje – para formação de diretores, inspetores e orientadores de escolas – será transformado em pós-graduação.

A norma com essas mudanças foi publicada no Diário Oficial da União em abril deste ano. As universidades e faculdades têm até abril do ano que vem para se adaptar. A edição de sexta-feira do Diário do Oficial trouxe o nome das primeiras 40 instituições que podem fazer a mudança – seus novos projetos pedagógicos já foram aprovados pelo MEC.

Os cursos normais superiores surgiram no final de 1999, para atender à Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), de 1996, que determina que todos os professores precisarão ter diploma de graduação até 2007. Foi o fim dos cursos normais de nível médio (antigo 2.º grau).

Até o momento, os cursos normais superiores formam professores. As escolas de Pedagogia se encarregam da formação só dos funcionários de cargo técnico dos colégios. Agora, porém, o MEC decidiu que os professores da educação básica terão que ser formados em Pedagogia. E que para serem diretores, inspetores ou orientadores terão que fazer uma especialização.