Brasília –  O ministro da Fazenda, Guido Mantega, volta se reunir amanhã (6), com os líderes dos partidos no Senado, para apresentar a proposta do governo para a Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). Segundo assessores do ministro, nesta segunda-feira (5) ele fez contatos telefônicos com diversos líderes, preparando o encontro de amanhã.

A assessoria informou que, no momento, técnicos do ministério estão fazendo as contas, para que o ministro apresente a proposta durante a reunião de amanhã.

Mantega deixou o ministério por volta das 18 horas e se dirigiu ao Palácio do Planalto. Ele saiu sem falar com a imprensa. De acordo com sua assessoria, ele foi chamado ao palácio pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Amanhã, depois da reunião com líderes partidários, o ministro deve conceder entrevista à imprensa, informou a assessoria.

Participarão da reunião com Mantega o presidente do PSDB, senador Tasso Jereisatti (CE), o líder do partido no Senado, Arthur Virgílio (AM), o líder do governo no Congresso Nacional, senador Romero Jucá (PMDB-RO), e o senador Aloizio Mercadante (PT-SP).