O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) desocupou o prédio do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) hoje, depois de passar duas noites no local. O grupo de invasores, formado por cerca de 800 sem-terra, saiu em marcha de 300 quilômetros em direção a Coqueiros do Sul, no noroeste do Estado.

Na primeira etapa, a coluna deve caminhar até Canoas, na região metropolitana de Porto Alegre, onde vai passar a noite. Quando chegar ao destino, daqui a um mês, o grupo vai se reunir com outros dois, que também caminham para o mesmo local e estão em São Luiz Gonzaga, no noroeste, e em Pelotas, no sul do Estado. Nas mobilizações, o MST protesta contra as plantações de eucaliptos e pede a desapropriação de terras por interesse social para a reforma agrária.