Ana Carolina Oliveira, mãe da menina Isabella, que na segunda-feira (21) participou do evento ‘Paz Sim, Violência Não’, organizado pelo padre Marcelo Rossi, na zona sul de São Paulo, não quis comentar com a imprensa a entrevista concedida no domingo (20) por Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, pai e madrasta da menina, ao programa Fantástico, da Rede Globo. No entanto, ela disse a Massataka Ota, pai do menino Ives Ota, seqüestrado e assassinado em 1997, que havia "muita fantasia na entrevista". Segundo Ota, que se aproximou da família de Isabella nas últimas semanas, Ana Carolina afirmou que "o Brasil viu que é tudo decorado, fantasiado".

De acordo com ele, Ana Carolina disse que Isabella nunca manifestou a vontade de morar com a madrasta, apesar de gostar do pai. ?Ela comentou que Isabella nunca quis morar com a madrasta. Ela adorava o pai, mas não pensava em morar com ele para sempre.? Ota ressaltou que Ana Carolina ficou chateada com as declarações da madrasta, que pareciam insinuar que Isabella gostava mais da nova companheira do pai. Ele disse, no entanto, que a família Oliveira ?nunca acusou ninguém? e aguarda a conclusão da investigação.