O presidente Luiz Inácio Lula da Silva reconheceu nesta segunda-feira (5), em entrevista à imprensa, que precisa da oposição e, particularmente, do PSDB para aprovara a CPMF no Senado. "Nós precisamos construir maioria para aprovar CPMF", declarou o presidente em entrevista após a cerimônia de entrega do Primeiro Prêmio Internacional Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. E afirmou: "Estou tranqüilo. Não tem nenhum problema. A CPMF vai passar.

"Estou convencido de que a responsabilidade dos senadores vai fazer que seja aprovada a CPMF, até porque foi feito um acordo com todas as pessoas ligadas à área da saúde e a questão da saúde vai levar boa parte do dinheiro da CPMF", disse Lula.

Segundo o presidente Lula, os ministros do Planejamento, Paulo Bernardo, da Fazenda, Guido Mantega e das Relações Institucionais, Walfrido dos Mares Guia, estão conversando com os líderes dos partidos no Senado, já que, na Câmara, o governo conseguiu aprovar a CPMF "com muita tranqüilidade". E insistiu: "A CPMF vai passar.