Rio – O governo estuda uma forma de atender o pedido do governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, de enviar tropas para o estado, sem ferir a Constituição. O porta-voz da presidência, Marcelo Baumbach, disse ontem que o governo está disposto a colaborar com o uso das Forças Armadas, mas não definiu quais as modalidades da ajuda. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva acertou um encontro na próxima segunda-feira com o governador Sérgio Cabral, para discutir o assunto.

Participaram da reunião os três comandantes das forças e os ministros da Defesa, Waldir Pires, e da Justiça, Tarso Genro. Esse encontro será realizado no Rio. Sérgio Cabral enviou quarta-feira ao Planalto um pedido para que tropas das Forças Armadas atuem no período de um ano no estado. Como o governador não se declarou incapaz de resolver a questão da violência, uma exigência da Constituição para uso das tropas, o governo se vê impedido de atender a reivindicação. Devido a essa situação, os ministros estão avaliando como será possível atender ao pedido do governador.