O presidente Luiz Inácio Lula da Silva está empenhado em retomar as negociações multilaterais de comércio da Rodada Doha da Organização Mundial do Comércio (OMC). Lula disse que telefonou neste sábado (2) para o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, pedindo empenho do norte-americano para resolver o impasse com a Índia, que estancou as negociações nesta semana.

Lula disse ainda que viaja para a China, onde conversará com o presidente Hu Jintao também para discutir os entraves à negociação da Rodada. Da China, disse que pretende conversar também com o primeiro-ministro da Índia, Manmohan Singh, para tentar retomar as negociações. “Falei para Bush que está havendo uma anormalidade em relação à Rodada Doha”, disse o presidente, que participou durante a tarde deste sábado da cerimônia do posse da nova direção do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo.

A anormalidade, segundo o presidente, é países grandes como Índia, EUA e China, conseguirem fechar acordos mais complexos, como na área nuclear, e não se conseguir fechar um acordo de comércio. Lula destacou ainda que se for preciso conversará também com o ministro britânico, Gordon Brown, para adicionar mais esforços ao fechamento dos acordos de comércio.

Segundo ele, para o Brasil a questão já está resolvida. Nessa semana, a diplomacia brasileira anunciou ter aceitado as propostas feitas pela OMC ao Brasil no âmbito da Rodada Multilateral de Comércio. Lula disse ainda estar otimista com a retomada das negociações e afirmou que o presidente Bush compartilha da mesma opinião e do mesmo otimismo dele.