O presidente Luiz Inácio Lula da Silva destacou nesta quarta-feira (27) a redução dos juros para os pequenos agricultores durante a apresentação do Plano de Safra da Agricultura Familiar 2007/08. "Para minha surpresa, ontem fui dormir com uma taxa de juros e hoje acordei com outra menor". Os agricultores familiares terão à disposição R$ 12 bilhões para financiar custeio, investimento e comercialização. Os juros do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Família (Pronaf) variam de 0,5% a 5,5%.

Para o presidente Lula, a redução das alíquotas foi uma conquista do ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, que ontem à noite declarou que "já que vai dar (a redução dos juros) para uns, que se conceda para todo mundo". O corte nos juros é uma das principais demandas do setor produtivo comercial, cujo Plano de Safra 2007/08 deve ser anunciado amanhã. Atualmente, a taxa está em 8,75% e os produtores pedem 4,5%. O governo, entretanto, acena com redução de apenas um a dois pontos porcentuais. Ainda em seu discurso, Lula contabilizou 32 milhões de hectares de terras desapropriadas em sua gestão para a reforma agrária, ante 22 milhões de hectares no governo anterior.