Numa conversa por telefone nesta segunda-feira (5), os presidente Luiz Inácio Lula da Silva acertou com o presidente da Bolívia, Evo Morales, que irá a La Paz nos próximos dias. Os dois presidentes, segundo fonte do Palácio do Planalto, conversaram sobre a situação do abastecimento de gás no mercado brasileiro. A avaliação do governo brasileiro é que a solução para normalização do abastecimento de gás passa pelas reservas de gás da Bolívia.

Na reunião de coordenação política realizada hoje no Palácio do Planalto, o governo concluiu que "não existe um problema no momento" de falta de gás. Os integrantes do grupo de coordenação receberam a informação de que a Petrobras conseguiu derrubar uma liminar que obrigava a companhia a repassar gás para uma usina no Mato Grosso do Sul, o que forçava a estatal a deixar de fornecer gás para Rio de Janeiro e São Paulo.