O futuro ministro de Minas e Energia, senador Edison Lobão (PMDB-MA), informou nesta sexta-feira (18) que o atual secretário de Planejamento Energético do Ministério, Márcio Zimmermann, será seu secretário-executivo. "Vai ser o Zimmermann", disse Lobão, afirmando que o secretário já aceitou o convite. Lobão informou que ainda não definiu os demais nomes da sua equipe. "Minha prioridade inicial era escolher o secretário-executivo.

Lobão também não definiu ainda qual cargo poderá vir a ser ocupado pelo ex-prefeito de São Paulo e atual tesoureiro do PMDB-SP, Miguel Colasuonno. A indicação de Zimmermann mostra um certo alinhamento de Lobão com a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff. O secretário, de perfil técnico, tem afinidade com a ministra desde a época em que ela ocupava o Ministério de Minas e Energia (MME). Zimmermann chegou a ser cotado para o cargo de ministro no ano passado, quando Silas Rondeau deixou o posto em função de denúncias de corrupção.