A Light, concessionária de energia elétrica do Rio de Janeiro, negou que um bueiro tenha explodido hoje na Rua Marquês de Abrantes, no Flamengo, zona sul da cidade. Pessoas que passavam pelo local viram fumaça saindo do bueiro e, assustadas, pensaram tratar-se de uma explosão. Segundo a empresa, o problema foi provocado por um defeito em um cabo de baixa tensão da rede subterrânea e não houve interrupção no fornecimento de energia. Ninguém ficou ferido.

Há pouco mais de um mês, a explosão de uma galeria subterrânea da empresa deixou cinco pessoas feridas em Copacabana. O acidente, no dia 1.º de abril, ocorreu na faixa de pedestres, na esquina da Avenida Nossa Senhora de Copacabana com a Rua Bolívar. Na época, a Light informou que vinha trabalhando e fazendo investimentos para recuperar e monitorar toda a sua rede subterrânea.

No ano passado, a explosão de um bueiro da concessionária, também em Copacabana, feriu gravemente um casal de turistas americanos. Sarah Nicole Lowry teve 80% do corpo queimado e ficou internada por 68 dias. O marido dela ficou ferido em 30% do corpo e recebeu alta em um mês.