O líder do PT na Câmara, deputado Luiz Sérgio (RJ), afirmou que comissões parlamentares de inquérito (CPIs) não são os instrumentos mais eficazes de investigação e que o seu partido é contrário à criação de uma CPI para apurar denúncias de que Genival Inácio da Silva, o Vavá, irmão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, estaria envolvido em tráfico de influência e exploração de prestígio.

Ao responder a uma pergunta sobre a oportunidade de se instalar uma CPI sobre as suspeitas contra Vavá, levantadas pela Polícia Federal na Operação Xeque-Mate, o líder petista afirmou que as comissões parlamentares de inquérito têm suas deficiências e citou um exemplo. Mencionou a CPI dos Bingos, concluída no ano passado, e observou que, na época, não surgiram nas investigações feitas pelos parlamentares, nenhum dos nomes levantados pela Polícia Federal na Operação Furacão, na qual foram presos dezenas de envolvidos em jogos ilegais de bingo. "A Câmara pode ficar como rabiola de pipa, a reboque de ações da Polícia Federal", disse Luiz Sérgio.