O líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio, cobrou explicações dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), Carmem Lúcia e Ricardo Lewandowski, sobre os diálogos, via internet, divulgados nesta quinta-feira (22) pelo jornal O Globo, durante sessão de ontem do julgamento da admissibilidade da denúncia contra envolvidos no esquema do mensalão. O tucano considerou grave o episódio e afirmou que aguarda "com respeito de sempre", as explicações cabais.

"É uma instituição que reverencio e acima de tudo não questiono os julgamentos que são feitos pela Corte. Mas os diálogos devem ser explicados, para não pairar suspeitas", afirmou. Na troca de mensagens, os ministros do STF dão indícios de que só aceitarão parte da denúncia.