Os dois homens presos ontem suspeitos de integrar uma quadrilha que estava construindo uma passagem subterrânea para roubar o Banco do Brasil em São José dos Campos, no Vale do Paraíba, foram liberados hoje. Segundo a Polícia Federal (PF), a dupla prestou depoimento e foi liberada, após a confirmação de que os dois eram moradores de rua e não participaram da escavação do túnel. A PF aguarda o laudo da perícia para tentar localizar os suspeitos do crime.

O primeiro suspeito foi preso na manhã de ontem e chegou a confessar que foi contratado para fazer a escavação do túnel. O segundo foi detido à tarde. Os dois foram encontrados dentro da rede de galerias pluviais que desemboca no subsolo da agência. O segundo suspeito chegou a ser levado ao hospital da Vila Industrial com hipotermia, segundo a PF.