Um vibrador banhado a ouro foi roubado de um sex shop de luxo na Asa Sul, bairro nobre de Brasília. O produto custava R$ 8.000 e foi levado por um homem no fim da tarde de ontem. O aparelho, de aproximadamente oito centímetros, estava exposto em uma caixa de acrílico, que ficava trancada. Importado da Suécia, ele era de ouro 18 quilates, e o único da marca Lelo na cidade.

O crime ocorreu por volta das 18h, momento em que havia apenas uma vendedora na loja. Segundo relatos dela, o homem entrou sozinho, bem vestido e anunciou o assalto. O ladrão chegou a mostrar uma arma, presa na cintura, para intimidar a funcionária. Em seguida, perguntou o que era aquele produto dourado sobre o balcão e se havia mais algum item de ouro na loja.

“Os outros massageadores custam no máximo R$ 1.000, o que não é nada perto do que ele levou”, disse a vendedora Camila Araújo, 19, que saiu do trabalho meia hora antes do assalto. “A minha colega foi muito corajosa. Ele a levou para o banheiro, amarrou os braços dela com fita adesiva e também tapou a sua boca para que ela não pudesse gritar”, disse a funcionária.

A ordem foi para que a moça esperasse cinco minutos antes de sair do banheiro. Ao voltar, ele já havia fugido, sem levar nenhum outro objeto. Durante a manhã de hoje, a vendedora que presenciou o crime foi para a delegacia prestar esclarecimentos e fazer o retrato falado do assaltante. A loja de luxo está aberta há menos de um mês.