São Paulo – Três jovens foram presos em flagrante com cem comprimidos de ecstasy durante uma operação do Departamento de Investigações sobre Narcóticos Denarc em casas noturnas da Vila Olímpia, na zona sul de São Paulo. O barman Ricardo de Medeiros Gaccione, de 23 anos, o secretário João Cláudio Castilho Pintor Júnior, de 21, e o atendente de videolocadora Juraci Rosa de Miranda, de 27, eram sócios no tráfico da droga.

A quadrilha foi desmantelada depois que policiais da 3.ª Delegacia da Divisão de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise) passaram a investigar o barman Ricardo, conhecido como “Fanta” suspeito de negociar os comprimidos de ecstasy na boate em que trabalhava, em Moema, na zona sul de São Paulo. Agentes disfarçados marcaram encontro com o traficante na Alameda Jauaperi, também em Moema. Ele venderia aos policiais os 100 comprimidos por R$ 2,5 mil. No local, o barman apresentou o secretário Júnior como um de seus sócios. O dinheiro foi entregue, mas a droga seria fornecida pelo terceiro integrante do bando, o atendente Miranda na avenida Macuco. Depois da entrega dos comprimidos, os três traficantes foram presos. Eles estão detidos na carceragem do 57.º Distrito Policial da Mooca.