O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) vai realizar este ano concurso para a contratação de 80 servidores efetivos. De acordo com a assessoria de imprensa da instituição, este é o maior concurso da história do Ipea, que em 44 anos de existência abriu concurso para a contratação de um máximo de 40 vagas. O Ipea é uma fundação pública federal vinculada ao Núcleo de Assuntos Estratégicos da Presidência da República.

O concurso, autorizado pela portaria nº 49 do Ministério do Planejamento, publicada ontem no Diário Oficial da União, é para contratação de 62 vagas para Técnico de Planejamento e Pesquisa, dez vagas para Técnico em Desenvolvimento e Administração e oito vagas para Analista de Sistemas. Em qualquer carreira, a exigência é de nível superior. O salário inicial é de R$ 7,8 mil.

O Ipea deve lançar o edital do concurso em até seis meses. O presidente do instituto, Marcio Pochmann, disse que há uma carência de servidores em todas as áreas, por isso o concurso deve ocorrer ainda neste ano, "com a posse dos aprovados o mais rápido possível, respeitando todos os trâmites legais". O último concurso do Ipea ocorreu em 2004, quando foram selecionados 21 servidores.