Funcionários do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) podem paralisar o atendimento nos Estados na próxima quarta-feira. Segundo a federação que reúne os servidores federais da saúde e previdência, a orientação é suspender as atividades por 24 horas onde for possível. Onde não for possível, os funcionários serão orientados a trabalhar vestidos de preto.

Ainda não há um balanço dos Estados que vão parar, afirma Ana Lago, diretora da Fenasps (Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social). Servidores do Estado de São Paulo farão assembleia hoje à noite para decidir sobre a mobilização.

As principais reivindicações são a reposição da inflação de 2012, a incorporação das gratificações ao vencimento e a instituição de um plano de carreira.