Brasília (AE) – Aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) devem ficar atentos para não cair em um novo golpe na praça, que já fez vítimas no Rio de Janeiro e Minas Gerais. De acordo com a Ouvidoria do INSS, que recebeu a denúncia, fraudadores abordam os segurados fazendo-se passar por servidores da Previdência ou funcionários do próprio banco onde o aposentado recebe o benefício.

Eles pedem para verificar alguns documentos, inclusive o cartão magnético. O aposentado ou pensionista entrega o documento de boa-fé sem perceber que, na devolução, o cartão foi trocado. Ele só percebe o golpe no mês seguinte, quando vai ao banco e descobre que foi feito um empréstimo com desconto em folha em seu nome. Segundo a Ouvidoria da Previdência Social, pelo menos cinco golpes com essas características foram aplicados.

Os segurados não estão conseguindo reaver o dinheiro do financiamento porque os bancos consideram que o empréstimo foi feito de forma legítima, com o cartão magnético autêntico e a senha que só o titular do benefício deveria conhecer. A Ouvidora Geral da Previdência Social, Neiva Renck Maciel, afirma que os segurados estão sendo vítimas de golpes porque incorrem em erros já detectados e sobre os quais o INSS já fez alertas.