Até a noite de domingo, haviam sido identificados 61 corpos das vítimas do acidente com o Airbus A320 da TAM, na região do Aeroporto de Congonhas, segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP) de São Paulo. Pelo menos 30 peritos estão trabalhando na identificação das pessoas.

O Instituto Médico Legal (IML) também recebeu 218 sacolas com fragmentos de cadáveres que já haviam sido retirados do local do acidente. Conforme a secretaria, os bombeiros ainda não vasculharam cerca de 15% da área afetada pela queda do jato. Os trabalhos prosseguem nesta manhã.