O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, afirmou nesta terça-feira, 24, que o governo não vai admitir atrasos dos parlamentares para aprovar a Medida Provisória do Mais Médicos. O texto deve ir à votação esta tarde na comissão mista que analisa a MP. “A condução está no prazo. É importante o debate na comissão mista, ela pode aprimorar a MP. Vamos concluir o processo na comissão e ir ao plenário”, afirmou ele, em visita ao Congresso Nacional hoje.

Para o ministro, a discussão sobre o programa é o retorno do “bom debate” no parlamento. “O Mais Médicos já começa a mudar a realidade do povo brasileiro”, afirmou.

O ministro reuniu-se com os presidentes do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). No momento, passou na sessão solene do Congresso em homenagem aos 60 anos da Rede Record de Televisão. Ele é pré-candidato do PT ao governo de São Paulo.