Brasília – O general brasileiro Augusto Heleno Ribeiro Pereira, que se prepara para assumir o comando da força internacional de paz da ONU no Haiti, considera que sua missão pode ser a “última oportunidade” para ajudar a ilha a sair de seu secular ciclo de violência e de seu crônico atraso. “Não será uma missão fácil, mas acreditamos que teremos sucesso”, disse ontem o general Heleno numa entrevista. O oficial chegará no fim do mês a Porto Príncipe.