Brasília (AE) – Representantes da Fundação Nacional do Índio (Funai), da Polícia Federal (PF) e do Exército embarcaram na manhã de hoje para Uiramutã (RR) com o objetivo de negociar a libertação de quatro policiais federais mantidos reféns por índios macuxi. Os índios pertencem à Aldeia Flechal e são ligados à Sociedade de Defesa dos Índios do Norte de Roraima (Sodiur). Eles são contrários à homologação em terras contínuas da Reserva Raposa Serra do Sol, determinada há alguns dias pelo governo federal.

Os policias são mantidos reféns desde ontem (22). Representantes da Sodiur também integram o grupo que negociará com os indígenas a liberação dos agente, informou a assessoria da Funai, em Brasília.

"A informação que nós temos é de que os policiais não foram maltratados. Simplesmente, não deixaram eles voltarem ao posto de fiscalização", afirmou o administrador regional da Funai, Gonçalo Teixeira dos Santos, em entrevista à Agência Brasil.