Bogotá – Aviões da Força Aérea colombiana interceptaram, obrigaram a aterrissar e então destruíram uma aeronave suspeita de ser usada para o transporte de drogas e armas que ingressou ilegalmente pela selva brasileira, informaram ontem, autoridades daquele país. A destruição do avião foi feita dentro do espaço aéreo da Colômbia, com o apoio dos Estados Unidos, para evitar o tráfico de drogas e de armas por parte de guerrilheiros esquerdistas, paramilitares de ultradireita e grupos de narcotraficantes. A aeronave foi metralhada e bombardeada até ficar totalmente destruída em uma pista ilegal de aterrissagem, situada perto de Pacoa, no departamento de Vaupés, uma região de selva situada 580 quilômetros a sudeste de Bogotá. As autoridades militares não relataram mortes durante a operação antidrogas.