Brasília – Resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), divulgado ontem, revela que o estudante brasileiro tem desempenho regular. A nota média geral foi de 49,55 na prova objetiva e de 55,36 na de redação, em uma escala de zero a 100. A avaliação mostrou também as desigualdades sociais, regionais e econômicas entre os alunos. “É a constatação do que já sabemos. As desigualdades resultam de todo um contexto que influi no desempenho dos alunos no Enem”, disse o secretário de Ensino Médio, do Ministério da Educação, Antônio Ibañez. Dos 1,3 milhão de estudantes que fizeram a prova, 35,7% foram classificados como Insuficiente a Regular, de zero a 40.

O índice foi considerado preocupante pelo presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), Luiz Araújo, coordenador do Enem. Tiveram desempenho de regular a bom, 49,4% e apenas 14,9% ficaram entre bom a excelente (70 a 100). O desempenho dos alunos da rede pública foi pior do que os das escolas particulares.