O papa Bento XVI nomeou, na manhã de hoje, Dom Murilo Krieger para o posto de arcebispo de Salvador e primaz do Brasil. O título é concedido ao arcebispo da cidade pelo fato de a capital baiana ter sido a primeira diocese do País.

Catarinense de Brusque, o religioso de 67 anos era arcebispo de Florianópolis e sucede o cardeal Geraldo Majella Agnelo, que havia apresentado sua renúncia ao Vaticano há pouco mais de dois anos, ao completar 75 anos – como previsto no Código de Direito Canônico. O anúncio do novo arcebispo ocorre no dia anterior à principal celebração religiosa da Bahia, a Festa do Bonfim, que deve reunir 1 milhão de pessoas pelas ruas da Cidade Baixa de Salvador.

Outra mudança esperada para breve é a indicação do arcebispo de Brasília, após a nomeação de Dom João Braz de Aviz, de 63 anos, para prefeito da Congregação dos Institutos de Vida Consagrada e Sociedades de Vida Apostólica, na Cúria Romana.