Maceió

– Dezesseis bebês morreram no mês de fevereiro no Hospital Universitário (HU), que funciona na periferia de Maceió e pertence à Universidade Federal de Alagoas (Ufal). Outros 12 bebês continuam internados na UTI Neonatal do HU, improvisada na Unidade de Cuidados Intermediários (UCI). A maioria desses bebês corre risco de vida, pois é prematura. A média de mortes de bebês na UTI Neonatal da instituição é de oito por mês. As causas das mortes estão sendo investigadas.