São Paulo – O Ministério Público apresentou denúncia (acusação formal) contra dez policiais militares que atuam na região de Campo Grande, zona sul, por tortura. Roberto Carlos dos Santos e a mulher dele, Natacha Ribeiro dos Santos, acusados de tráfico de drogas, foram espancados, obrigados a se esfregar em fezes de cachorro e sofreram violência sexual. O motivo: Santos deixara de pagar R$ 5 mil de um acerto feito com os policiais, que o liberaram de uma prisão em flagrante.