Brasília – O deputado Ronaldo Cunha Lima (PSDB-PB) renunciou ao mandato nesta quarta-feira (31). A carta de renúncia foi entregue à Mesa Diretora da Câmara dos Deputados. De acordo com a carta, a renúncia é "em caráter irrevogável e irretratável".

Quem assumirá a vaga de Cunha Lima é o suplente Walter Correia de Brito Neto (DEM-PB).

Cunha Lima, quando era governador da Paraíba, foi acusado de ter atirado em um inimigo político, o ex-governador Tarcísio de Miranda Buriti, em 1993. Na época, Cunha Lima era governador da Paraíba.

O deputado responde o processo no Supremo Tribunal Federal (STF) por tentativa de homicídio. Com a renúncia, ele perderá o foro privilegiado.