enkontra.com
Fechar busca

Brasil

Demitidos policiais que ajudaram fuga de criminosos no Rio

Os delinquentes pertenciam à mesma facção de Antonio Bonfim, o Nem

  • Por Agência Brasil, Melhor Amiga

O secretário de Segurança do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, demitiu hoje (20) três policiais civis por terem auxiliado na fuga de três integrantes do crime organizado que estavam escondidos na Favela da Rocinha, zona sul carioca, depois que a polícia instalou unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) na comunidade em novembro do ano passado.

Os inspetores Carlos Daniel Ferreira Dias, Carlos Renato Rodrigues Tenório e Wagner de Souza Neves foram presos em flagrante por policiais federais, no dia 9 de novembro de 2011, quando faziam escolta ilegal dos criminosos Valquir Garcia dos Santos, o Carré; Anderson Rosa Mendonça, o Coelho, e Sandro Luis de Paula Amorim, o Peixe, depois de deixarem a Favela da Rocinha.

O grupo estava em um comboio de quatro carros e havia deixado a Rocinha para tentar se antecipar à ocupação da favela pelas forças de segurança do Estado. Com eles, os policiais federais encontraram armamentos, munições, granadas, pequena quantidade de entorpecente e rádios transmissores.

Os três criminosos pertenciam à mesma facção criminosa de Antonio Bonfim Lopes, o Nem, que controlava o tráfico de drogas na Rocinha. Nem foi preso na madrugada do dia 10 de novembro de 2011, quando tentava fugir da favela da Rocinha no porta-malas de um carro, com a cobertura de advogados e um falso cônsul. Quando abordados por policiais do Batalhão de Choque da PM,  eles tentaram subornar as autoridades com R$ 30 mil no momento da prisão. Os homens que acompanhavam Nem também foram presos por suborno.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas