Brasília – A Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec), do Ministério da Integração Nacional, informou, há pouco, que pode chover forte, de hoje (4) até quinta-feira (6), nos estados do Rio Grande do Sul; Piauí; Maranhão; Rondônia; Amazonas; Acre; Roraima; Tocantins; Pará; Goiás; Mato Grosso; Minas Gerais e Espírito Santo e no Distrito Federal.

Segundo a Sedec, áreas de instabilidade que se deslocam do Uruguai e atingem o sul do Rio Grande do Sul provocam chuvas naquele estado, em alguns momentos, de forte intensidade e acompanhadas de descargas elétricas e de rajadas de vento entre 50 e 60 quilômetros horários. Não se descarta a ocorrência de granizo localizado.

No Piauí, especialmente nas regiões sul, centro e norte, e no Maranhão, mantêm-se amanhã (5) as condições de pancadas de chuva. No Espírito Santo, a previsão para amanhã é da chuva, acompanhada de rajadas de vento entre 40 e 60 quilômetros horários. Pode haver queda de granizo.

Desta terça-feira até quinta-feira, áreas de instabilidade mantêm as condições de chuva em Minas Gerais, Mato Grosso, Goiás, Pará, Tocantins, Roraima, Acre, Amazonas e Rondônia e no Distrito Federal. Em alguns momentos, a chuva poderá ser de forte intensidade, principalmente no centro-sul de Roraima. Além da chuva, rajadas de vento entre 40 e 60 quilômetros horários atingirão o centro-norte de Minas Gerais, Mato Grosso, Goiás e Tocantins e o Distrito Federal. Amanhã e quinta-feira, o risco de temporais isolados se estende para todas as regiões de Minas Gerais e não se descarta a ocorrência de granizo localizado.

Os alertas preventivos emitidos para os estados do Amapá, Pará, Maranhão e Espírito Santo são baseados em informações do Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (Cpetc) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e os demais, em informações do Cptec.