São Paulo (AE) – O Consórcio Via Amarela divulgou nota ontem confirmando a conclusão de um acordo com uma das vítimas do desmoronamento ocorrido no último dia 12, no canteiro de obras da Estação Pinheiros da Linha 4, do Metrô de São Paulo.

Por meio da nota, o consórcio e a Unibanco AIG Seguros comunicam que, na noite de sexta-feira, foi fechado acordo para indenização da proprietária do microônibus que foi soterrado no desabamento da obra, ocorrido no último dia 12. O acerto saiu 14 dias após o acidente.

A exemplo do primeiro acordo, realizado 12 dias depois do desabamento, com a família da bacharel em Direito, Valéria Marmit, os valores não foram divulgados.

Na sexta-feira, o corpo do contínuo Cícero Augustinho da Silva, de 60 anos, foi enterrado no Cemitério do Aração, na Pacaembu. Cícero foi a sétima vítima encontrada na cratera aberta pelo desabamento, na zona oeste da Capital.