São Paulo

 – O candidato à Presidência pela Frente Trabalhista, Ciro Gomes, inaugurou o comitê negro nacional suprapartidário pró-Ciro, sediado no bairro da Luz, na região central de São Paulo. E disse à comunidade negra que, para aumentar a geração de emprego, é preciso retomar a estratégia de crescimento, com novas instituições que aperfeiçoem a distribuição de renda. Ciro Gomes prometeu também elevar a Fundação Palmares à condição de Ministério e disse que, se eleito, terá ministros negros.

– Dividir o poder é a melhor maneira de respeitar a sociedade, os negros e as mulheres afirmou. O presidenciável chegou ao local com 3h20m de atraso. Ciro Gomes prometeu discutir o sistema de cotas para os negros nas universidades e também no mercado de trabalho. Perguntado se não era contrário ao sistema de cotas, Ciro disse que nunca havia afirmado isso. Ao defender maior acesso da comunidade negra no mercado de trabalho, Ciro voltou a atacar os presidenciáveis José Serra (PSDB) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Ciro ainda chamou Serra de “político inescrupuloso”.