O trabalho de resgate de pessoas ilhadas em várias localidades do município de Ilhota, no Vale do Itajaí, teve que ser interrompido porque voltou a chover forte na região. Ilhota está sob decreto de calamidade pública, onde muita gente continua isolada.

O helicóptero de resgate que se preparava para socorrer cerca de 60 pessoas ilhadas na localidade conhecida como Braço do Baú teve que suspender o vôo por causa das condições do tempo.

Em Ilhota começou hoje (29) o trabalho de cadastramento dos desabrigados. São cerca de 700 pessoas distribuídas em vários abrigos da cidade. De acordo com os voluntários, o cadastramento vai permitir reunir os familiares que se separaram na hora do resgate. Eles citaram, como exemplo, o caso de uma adolescente cujos pais foram levados para um abrigo em Blumenau.