A forte chuva que voltou a cair na zona sul de São Paulo provocou novamente o fechamento do Aeroporto de Congonhas para pousos e decolagens no final da manhã de hoje. Não há previsão de quando a pista auxiliar – a única em operação desde o bloqueio da via principal – vai voltar a operar.

A TAM, Gol e outras empresas aéreas fecharam o check-in devido ao acúmulo de passageiros na sala de embarque. Até que Congonhas reabra, os vôos serão alternados para os aeroportos de Guarulhos e Viracopos, em Campinas.

O último balanço divulgado pela Infraero dá conta de que, desde as 6 horas até 12 horas, dos 109 vôos previstos, 13 tiveram atrasos superiores a uma hora e 29 acabaram sendo cancelados. Ainda não se tem o número de vôos desviados para outros aeroportos.

A situação no Aeroporto Internacional Governador André Franco Montoro, em Guarulhos, é aparentemente melhor, segundo a Infraero. Chove forte na cidade, mas o aeroporto não chegou a fechar e nem a operar com restrições. No entanto, a quantidade de vôos com atraso é grande. Entre zero hora e 12 horas de hoje, dos 145 vôos programados, três foram cancelados e outros 30 sofreram atrasos maiores do que uma hora.