Araçatuba – Político com maior número de mandatos consecutivos, o ex-deputado federal Maluly Netto (PFL-SP) promete encerrar a carreira. Eleito pela primeira vez em 1963, quando foi prefeito de Mirandópolis (SP) pelo antigo PSD, Maluly Netto se reelegeu prefeito de Araçatuba (SP) nessas eleições. Vai assumir em 1.º de janeiro seu 12.º mandato consecutivo, depois de ser deputado estadual por três mandatos pelo MDB e federal por seis legislaturas pelo PDS e PFL.

Aos 75 anos de idade e um dos fundadores do PFL, Maluly Netto diz que ser prefeito é pior que ser deputado, mas preferiu deixar Brasília para ficar mais perto da família e poder ajudar os eleitores de sua região de uma forma mais direta. "O prefeito está mais perto da opinião pública e sofre as pressões diretas da população, enquanto o deputado fica mais distante. Mas a satisfação em poder ajudar é maior quando se é prefeito", diz.

Ele diz que a austeridade com a contabilidade do município e o combate à corrupção nas concorrências públicas são dois dos principais segredos para se fazer uma boa administração e poder se reeleger. "Outro procedimento é saber buscar verbas junto aos governos do Estado e Federal", disse. Esse comportamento, segundo ele, ajudou Araçatuba a sair de uma crise financeira, cujas dívidas eram de R$ 320 milhões, algo como três orçamentos municipais. "Negociei as dívidas como se fossem minhas e endureci o jogo com fornecedores", declarou.