A controladora da C&A, sediada na Holanda, considera vender a operação brasileira, diz o Valor Econômico. A ação, diz o jornal, seria parte de um plano para concentrar os negócios na Europa. Em 2020, a controladora se desfez das operações na China e no México.

LEIA MAIS – Oferta de cervejas nos supermercados diminui na pandemia

Ainda segundo o Valor, a controladora estaria disposta a analisar propostas pelo ativo de 65% da varejista de moda, listado em bolsa desde o fim de 2019. Atualmente, com 288 lojas no Brasil, a C&A opera em 18 países, sendo a maioria na Europa.