Brasília – O Ministério da Defesa já se prepara para enviar 1.470 homens para participar da Força Manutenção da Paz da Organização das Nações Unidas (ONU), no Haiti, a partir de julho, quando se encerram os trabalhos da força de emergência que está tentando restabelecer a paz naquele país. As informações foram dadas pelo ministro da Defesa, José Viegas Filho que, em reunião com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva estabeleceu algumas linhas de trabalho da missão que será composta por militares do Exército, da Marinha e da Aeronáutica. Na entrevista, Viegas salientou que o Brasil está preparado para comandar a Força de Paz no Haiti e lembrou que recebeu tal convite da própria ONU, reforçado por manifestações de países como França, Estados Unidos, da União Européia, do Peru, da Argentina e do Chile. Viegas comentou que, durante visita ao Chile, onde esteve a Feira de Indústria Aeroespacial se reuniu com ministros da Defesa de vários desses países que não só endossaram a liderança brasileira na força de paz , como anunciaram que também enviarão efetivos ao Haiti.