A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) de São Paulo informou esta manhã que, apesar do término dos trabalhos dos bombeiros no local do acidente com o Airbus A320 da TAM, ainda não há previsão de quando a pista sentido bairro da Avenida Washington Luís, na região de Congonhas, zona sul de São Paulo, será liberada ao trânsito.

Isso porque o prédio da TAM Express ainda corre o risco de desabamento e a empresa vai esperar pela demolição total ou parcial da edificação para devolver a via ao tráfego. Os bombeiros, por sua vez, devem manter uma ou duas equipes na área do acidente para atender eventuais emergências.