O presidente do PT, Ricardo Berzoini, afirmou nesta segunda-feira (11) que o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, deveria ser grato ao Brasil pela solidariedade política que recebeu quando sofreu uma tentativa de golpe, em abril de 2002. Berzoini qualificou como "infelizes" as declarações do presidente venezuelano, que acusou o Congresso de ser "papagaio dos Estados Unidos" quando aprovou moção pedindo a renovação da concessão da RCTV, e disse que a postura não ajuda o próprio Chávez.

"Transformar as divergências reais sobre temas importantes em declarações folclóricas e superficiais não é uma boa política", disse ele, em entrevista à página do PT na internet. "O Brasil teve um papel fundamental no combate à tentativa de golpe contra Chávez e não deve aceitar essas declarações tolas de quem deveria agradecer ao nosso País pela solidariedade política", acrescentou. Em 2002, o Congresso aprovou uma moção contra a tentativa de golpe e defendeu uma saída democrática para a crise.