Os quatro suspeitos de assaltarem um hotel de luxo no bairro de Santa Teresa, no Rio de Janeiro, na madrugada do último dia 18 de julho, foram denunciados hoje pelo Ministério Público do Estado, por intermédio da 17ª Promotoria de Investigação Penal. Os denunciados Vagner Fonseca Oliveira, identificado como ex-funcionário do estabelecimento e líder do grupo, Alexandro Gonçalves de Mello, Iure Fernando dos Santos e Luciano dos Santos vão responder por roubo, extorsão, formação de quadrilha e corrupção de menor.

Na denúncia, o Promotor de Justiça Alexandre Murilo Graça narra que três dos denunciados e um adolescente invadiram o hotel pelos muros e renderam o segurança e a recepcionista, enquanto um dos denunciados permaneceu do lado de fora para dar cobertura.

O grupo desligou o quadro de energia das câmeras de segurança e pegou as chaves de todos os quartos que estavam ocupados. Enquanto dois dos criminosos ficaram na recepção, outros dois, armados, foram até os quartos e renderam os hóspedes, levando-os para uma sala no andar térreo.

Os assaltantes revistaram as bagagens dos hóspedes, saquearam seus pertences e, em seguida, roubaram objetos pessoais dos funcionários do hotel. Os denunciados vão responder pelos crimes previstos nos artigos 157 (roubo) e 288 (formação de quadrilha) do Código Penal e 244 do Estatuto da Criança e do Adolescente (corrupção de menores).