A Câmara dos Vereadores de São Paulo confirmou nesta quarta-feira (20) a cassação do mandato do vereador Camilo Cristófaro (PSB). Denunciado por fraude eleitoral na captação de recursos de campanha, ele perdeu em todas as instâncias, mas vinha recorrendo até hoje. O Tribunal Regional de São Paulo informou nesta terça que o último recurso foi negado e que a cassação deve ser imediata. Em seu lugar, Thammy Miranda, filho da cantora Gretchen, assume o lugar por ter ficado na suplência do partido nas últimas eleições.

Aos 36 anos, Thammy foi candidato pelo PP e recebeu 12,408 votos e será o primeiro vereador transexual de São Paulo. À época de sua filiação ao PP, em 2015, ele recebeu críticas de representantes de diferentes grupos que defendem causas LGBT por ter escolhido participar das eleições pelo partido que à época abrigava Jair Bolsonaro, que acabou lançando-se à presidência pelo PSL.

Ainda em janeiro ele emitiu uma nota oficial agradecendo a oportunidade, que só se confirmou agora. “Quero poder ter a chance de fazer a diferença e mostrar com trabalho sério e honesto que não sou mais um artista querendo mamar nas tetas do governo”, disse.