Brasília – O vice-presidente da República, José Alencar, comunicou ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva que pretende se filiar ao PMDB e disputar as prévias para a escolha do candidato do partido às eleições presidenciais de 2006. Alencar o informou de suas intenções antes do embarque de Lula para a Guatemala e, de acordo com assessores do Palácio do Planalto, o presidente está irritado com o comportamento de seu vice. Para o presidente Lula, Alencar estaria querendo pular fora do barco no momento mais difícil de seu governo.

Alencar já tratou com a cúpula do PMDB de seu retorno ao partido, do qual era vice-presidente em 2001, quando saiu para filiar-se ao PL, tornando-se o candidato a vice na chapa de Lula no ano seguinte. No último dia 2, Alencar saiu do PL. Há três semanas, em 27 de agosto, Alencar teve uma reunião de duas horas com o presidente do PMDB, deputado Michel Temer (SP), em São Paulo. A conversa ocorreu um dia depois de Alencar receber alta hospitalar e o vice fez questão de lembrar que tem amigos no PMDB e que havia levado os votos dos delegados de Minas Gerais na convenção que elegeu Temer para a presidência do partido.

O presidente Lula não gostou também do tom da entrevista de Alencar à Folha de S. Paulo, quando o vice fez elogios ao presidente, mas afirmou várias vezes que está "completamente preparado" para assumir a presidência da República, caso o titular seja impedido.

Alencar, que tem manifestado o desejo de disputar as eleições presidenciais a vários interlocutores, também falou de seu projeto partidário com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e a outras lideranças peemedebistas. A filiação de Alencar terá de ser feita até o fim deste mês, prazo final de filiação para quem quiser disputar eleição ano que vem, e seu ingresso no partido reforça a realização das eleições prévias marcadas para 5 de março de 2006.

Além de Alencar, a eleição interna do PMDB também terá como candidatos o ex-governador do Rio, Anthony Garotinho, e o governador Germano Rigotto (RS). Na segunda-feira, em Curitiba, durante debate organizado pelo governador Roberto Requião (PR) sobre a proposta de programa de governo coordenada pelo economista Carlos Lessa, o governador Jarbas Vasconcelos (PE) também manifestou sua intenção de disputar as prévias do PMDB.