Segundo boletim da Empresa Brasileira de Infra-estrutura Aeroportuária (Infraero), dos 502 vôos programados em todos os aeroportos do Brasil nesta quinta-feira (23) até 9h, 64 foram cancelados, o que corresponde a 12,7% do total. O índice é um pouco superior ao de vôos atrasados, que é de 11%, ou 55, no total.

O Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, é o que apresenta mais vôos atrasados e cancelados. Dos 56 vôos, 11 registraram atrasos superiores a uma hora e outros 11 foram cancelados: 19,6% para cada situação. O Aeroporto de Guarulhos (Cumbica), que encontra-se em reformas na pista principal, registra situação relativamente tranqüila. Dos 57 vôos, três apresentaram atrasos e cinco foram cancelados.

O Aeroporto Tom Jobim (Galeão), no Rio, também apresenta muitos cancelamentos – nove, no total, ou 22,5%. Já o terminal de Curitiba teve cinco vôos cancelados, ou 22,7%. Porcentualmente, o Aeroporto Santos Dumont, no Rio, e o de Natal, apareciam empatados com 37,5% de vôos com atrasos acima de uma hora. O terminal do Rio tinha seis vôos atrasados, enquanto o de Natal teve três atrasos.