O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, admitiu a possibilidade de ser antecipada de 2013 para 2010 a obrigatoriedade de mistura de 5% de biodiesel ao diesel de petróleo. O ministério informou hoje que a mistura de 3% entrará em vigor a partir de 1º de julho próximo. Hoje, o biodiesel é misturado na proporção de 2%. Com o aumento para 3%, a utilização de biodiesel, no País, subirá de 840 milhões de litros anuais para 1,260 bilhão de litros por ano.

Lobão afirmou que não haverá problema de abastecimento, já que, no Brasil, a capacidade instalada de produção de biodiesel é de 2,5 bilhões de litros por ano. "Todas as providências estão tomadas para que não haja problema de abastecimento", afirmou.

Lobão disse que o governo pediu à Associação Nacional de Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) que comece a estudar com rapidez a utilização da mistura de 4%. Se confirmada a antecipação da mistura de 5% para 2010, é provável que a mistura de 4% – por enquanto sem previsão – seja iniciada em 2009.

"Na medida em que antecipamos a mistura (de 3%), contribuímos para a saúde do meio ambiente, com geração de mais emprego no Brasil, sobretudo o emprego familiar", disse o ministro. Lobão lembrou que, com o aumento da mistura de biodiesel, o País pode reduzir a importação de petróleo. Ele informou ainda que, em abril, será feito um leilão de biodiesel.