enkontra.com
Fechar busca

Brasil

No flagra

Médico é preso por bater ponto na rede pública e dar consultas em consultório particular

  • Por Estadão Conteúdo
Imagem ilustrativa. Foto: Divulgação

Um médico de Astorga (PR), cidade localizada a 416 km de Curitiba, foi preso em flagrante por um agente do Ministério Público do Paraná nesta segunda-feira, 24. O profissional fazia atendimento particular durante horário de seu expediente na rede de saúde do município.

A ação foi motivada por denúncias que a 1ª Promotoria de Justiça da comarca recebeu na sexta-feira, 21. As informações indicavam que o médico costumava fazer seu registro de ponto na unidade de saúde municipal, onde deveria estar de plantão, para depois seguir para outro local, onde realizava consultas particulares.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

De acordo com o Ministério Público do Paraná, uma denúncia criminal será oferecida contra o médico nos próximos dias. O servidor público é investigado pelos crimes de estelionato, falsidade ideológica e prevaricação, informou a Procuradoria.

Depois de capotar, carro atinge mais quatro veículos. Motorista estava de chinelo e sem CNH

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

5 Comentários em "Médico é preso por bater ponto na rede pública e dar consultas em consultório particular"


Renato Aguiar
Renato Aguiar
22 dias 3 horas atrás

Infelizmente não é o único

Mirtão Lopes
Mirtão Lopes
22 dias 6 horas atrás

Jura? Novidade…

Lasca Denovo
Lasca Denovo
22 dias 6 horas atrás

a p´ropria secretária de saúde do município disse que o cara cumpria suas cotas diárias… defendendo antes mesmo de instaurar uma sindicância!

MARCELO cwb
MARCELO cwb
22 dias 23 horas atrás

Tem os que batem ponto e vão embora e também os que ficam e não atendem.

REINALDO  .
REINALDO .
23 dias 16 minutos atrás

Pergunto isso é novidade, uma uns médicos cara de pau e sem ética, que deveriam cassar sua habilitação profissional e nunca mais poder exercer a sua profissão. Para moralizar a classe

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas