A seleção brasileira de basquete masculino se recuperou da derrota sofrida para a Austrália na estréia e venceu, neste domingo, a equipe do Catar por 97 a 66, em jogo válido pelo grupo C do Campeonato Mundial da modalidade, realizado no Japão.

Forçando o ritmo desde o início da partida, com defesa consistente e contra-ataques velozes, o Brasil não teve problemas para terminar o primeiro tempo 22 pontos à frente: 51 a 29.

No início da segunda etapa, a equipe árabe melhorou seu esquema defensivo e passou a insistir nos arremessos de três pontos. A estratégia funcionou por algum tempo, e o Brasil encontrou dificuldades para impedir os chutes de longa distância.

Porém, com a entrada do armador Nezinho, a defesa da equipe do técnico Lula Ferreira melhorou e já no fim do terceiro quarto a vantagem chegava a 27 pontos: 75 a 48. No último quarto, o Brasil manteve o ritmo, ampliou a vantagem e terminou a partida com a vitória por 97 a 66.

"Nossa pegada na defesa foi bem melhor nesse jogo. Sabemos que não atuamos bem contra a Austrália. Agora, temos um jogo decisivo contra a Turquia, que é um time muito forte, que atua muito bem na defesa e no ataque. Vamos trabalhar para estar preparados", afirmou o ala brasileiro Leandrinho.

O cestinha da partida e destaque da seleção brasileira foi o ala/pivô Tiago Splitter, que marcou 18 pontos. O pivô Anderson Varejão, que disputa a NBA pelo Cleveland Cavaliers, fez 15 pontos e conseguiu sete rebotes.

O Brasil volta a jogar na próxima terça-feira, quando enfrenta a seleção da Turquia às 7h30 (horário de Brasília). Fazem parte do grupo B as seleções de Brasil, Austrália, Catar, Turquia, Grécia e Lituânia.