O governo federal quer ampliar o diálogo internacional na área dejuventude. Hoje (5), o ministro Luiz Dulci, da Secretaria-Geral da Presidênciada República, assina proposta de adesão do país como membro pleno naOrganização Iberoamericana de Juventude (OIJ).

O evento, que se realiza s 16 horas no Salão Oval da Presidênciada República, também contará com a presença do secretário-geral da OIJ, EugenioRavinet, e do secretário nacional de Juventude, Beto Cury.

Desde 1996, a OIJ, único organismo multilateral na área governamental deJuventude, promove a cooperação e o diálogo na área entre 21 paísesibero-americanos.

O Brasil, apesar de ter iniciativas em políticas públicas dejuventude, participava dos trabalhos somente como observador. Com a filiação, opaís poderá se integrar a discussões sobre o tema, como a Convenção Iberoamericanados Direitos dos Jovens, e realizar intercâmbios e cooperação técnica comoutros países.