Após a participação de Marcos Pontes na Estação Espacial Internacional (ISS), o Brasil deve fazer até o fim do ano um novo vôo para a realização de experimentos em microgravidade. As pesquisas serão embarcadas em um foguete de sondagem, lançado a partir do Centro de Lançamento de Alcântara, no Maranhão

O anúncio foi feito pelo presidente interino da Agência Espacial Brasileira (AEB), Himilcon Carvalho, no seminário ?O Brasil conquistando o espaço?, na quinta-feira (8/6), em Brasília

O foguete que levará as pesquisas será o VSB-30, desenvolvido pelo Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE). Um exemplar da série foi recentemente lançado na Suécia, contendo a bordo estudos de países da Agência Espacial Européia (ESA)

Segundo a AEB, os foguetes de sondagem, assim como a ISS, constituem um dos meios para efetuar pesquisas em microgravidade com a diferença de oferecerem tempo limitado de microgravidade. Um VSB-30, por exemplo, proporciona cerca de sete minutos nessa condição

Ainda este ano, a AEB planeja reunir o astronauta Marcos Pontes e os pesquisadores envolvidos na Missão Centenário para debater a primeira experiência brasileira de realização de experimentos em um vôo tripulado. As informações são da Agência Fapes