O Paraguai, uma equipe desconhecida dos jogadores brasileiros, é o adversário da seleção na segunda rodada do Campeonato Sul-Americano Masculino de Vôlei, nesta quinta-feira, às 20h, no ginásio Jones Minosso, em Lages, Santa Catarina (com transmissão da SporTV).

Nesta quarta-feira, 40 aquecedores foram instalados no ginásio, a pedido da Federação Internacional de Vôlei, em função do frio que fazia em Lages. Completam a rodada, as preliminares entre Argentina e Colômbia, às 15h, e Chile e Venezuela, às 20 horas.

O técnico Bernardinho recebeu informações de que o Paraguai é uma equipe jovem, inexperiente, mas com jogadores dedicados. "Nossa palavra-chave terá de ser respeito. Em outras épocas vivemos situações semelhantes . Para o Paraguai, a oportunidade de enfrentar os campeões olímpicos é importante. Mas vamos jogar o nosso melhor vôlei sempre", avisou o brasileiro.

O técnico do Paraguai, Carlos Heyn, observou a importância de seu time estar "diante do número um" e aprender. "Não temos como enfrentar o melhor", admitiu.